segunda-feira, 19 de julho de 2010

JBC Anuncia Próximos Mangás

jbcmangas.jpg jbcmangas picture by deivd
Durante todo o primeiro semestre deste ano a Panini reinou absoluta quando o assunto era a quantidade de lançamentos de mangás no mercado brasileiro. Nesse período a JBC continuou tocando sua vidinha normalmente, substituindo na medida do possível os títulos que se encerravam ou entravam em hiato. Tal prática dividia opiniões: alguns achavam a prudência da editora um “respeito” ao dinheiro do consumidor enquanto outros achavam que isso era sinal de que a editora perdeu sua “força” no cenário dos mangás no país.
Mas a editora nipo-brasileira resolveu mostrar porque “mangá é a sua língua” e, aproveitando que muitas de suas obras estão se encerrando ou atingindo a cronologia japonesa, acaba de liberar a informação que lançará nada mais que 9 novos títulos até o final deste ano – uma quantidade absurda em se tratando da mecânica de trabalho que o público assiste por parte da empresa, onde cada série é trabalhada ao seu tempo.
Das novidades, 3 delas já foram reveladas aqui: Rosário + Vampire, Blue Dragon ST (que devem ser as primeiras a chegarem às bancas) e MÄR. As demais, vocês conferem logo a seguir:


Neon Genesis Evangelion:
chcamisetasamevangelionvy9.jpg Evangelion manga picture by deivdVocê não leu errado: pegando todo mundo de surpresa, a JBC dará continuidade ao mangá original publicado pela Conrad, seguindo a numeração da editora anterior. Essa pode ser uma das melhores notícias do ano em se tratando de quadrinhos japoneses no Brasil, pois pode ser um indício que a JBC tem interesse em títulos descontinuados no país e poderá a vir a trabalhar com outros deles em um futuro próximo.
Atualmente Evangelion possui 12 volumes encadernados, sendo que a Conrad publicou até a edição 20 - equivalente à edição 10 japonesa. Logo, a JBC terá pelo menos 4 novas edições para lançar por essas bandas. Depois, só Deus e Yoshiyuki Sadamoto (o autor do mangá) saberão quando sairão novas edições, pois a publicação segue a passos lentos em seu país de origem…


Fairy Tail:
Um dos shonens de maior sucesso da atualidade, a série que já é um hit mundo afora chega ao nosso país para conquistar mais alguns milhares de fãs. Oriundo das páginas da Shonen Magazine, Fairy Tail é de autoria de Hiro Mashima que antes desse trabalho já fez sucesso com Groove Adventure RAVE (conhecido por essas bandas como Rave Master, graças ao anime esculhambado que passou por aqui via Cartoon Network).
Publicado desde 2006 e já contando com mais de 20 tankobons publicados, Fairy Tail conta a história de Lucy, uma garota que sonha ser uma grande feiticeira. Quando conhece Natsu um dos magos mais famosos do mundo – sempre acompanhado do seu estranho gato chamado Happy – ela se envolve em uma enrrascada mas acaba ganhando uma oportunidade única: fazer parte da famos guilda Fairy Tail. A partir disso vamos acompanhar todas as suas aventuras até que ela conquiste seu sonho.


Monster Hunter Orage:
02.jpg image by lordoftheleechDo mesmo autor de Fairy Tail, Hiro Mashima, esse mangá é baseado no jogo de RPG/aventura da Capcom,com versões para diversos consoles. Possui apenas 4 volumes encadernados e mostra as aventuras do caçador de monstros (e outras criaturas fantásticas que ambientam o universo do game/mangá) Shiki, que se une a filha de seu falecido mestre para buscar um artefato lendário que sempre foi a grande ambição do feiticeiro que lhe ensinou tudo que sabe.


Saber Marionette J:
Quem não se lembra das Garotas Marionetes, exaustivamente reprisadas no extinto Locomotion? Pois elas estarão em breve de volta, direto para as bancas de jornal de todo país. Contando com 5 volumes, o mangá de Saber J adapta o que vimos na série de TV e o seu maior atrativo é a arte de Yomisuke Kotoyoshi, que segue o mesmo padrão do design dos personagens vistos na TV.


Code Geass:
Um dos grandes sucessos da tv japonesa nos últimos anos, o anime Code Geass foi produzido pela Sunrise em 2006 e teve duas séries. Inicialmente o título chamou a atenção por ter o character design das senhoras do Clamp (Sakura Card Captor, X, Rayearth…), mas ganhou vida própria por mostrar uma trama que misturava tudo que o estúdio da saga Gundam faz de melhor: mechas com um toque politico.
Até o momento existem 5 adaptações da obra em mangá, sendo que as 4 primeiras (com 6, 2, 5 e 2 volumes respectivamente) tiveram o roteiro a cargo de Ichiro Okouchi. Desde maio deste ano está sendo serializada uma nova história na Shonen Ace, mas até o momento nenhuma edição encadernada foi lançada.
É bem provável que a JBC publique todas as versões.


Busou Renkin:
Publicado entre 2003 e 2005 na Shonen Jump, Buso Renkin tem um atrativo a mais para os fãs de Samurai X, pois é obra de Nobuhiro Watsuki, o autor do mangá do retalhador que tanto sucesso fez no Brasil. O sucesso do mangá no Japão fez com que uma série animada produzida pelo estúdio Xebec fosse ao ar em 2006.
Com 10 volumes encadernados, o mangá conta a história de Mutou Kazuki, um colegial que é morto ao salvar uma garota de um monstro. A moça se chama Tsumura Tokiko e para devolver a vida ao jovem, ela coloca no lugar do seu coração um aparato alquimista conhecido como Kakugane – que é usado como uma arma para derrorar Homunculus (os monstros da história). Com sua Buso Renkin – a arma criada pela ativação da Kakugane – Kazuki se une à Tokiko para combater tais criaturas.
A editora não revelou datas para nenhum dos novos títulos, mas eles devem ir saindo no decorrer do ano. E preparem-se: em 2011 a JBC completa uma década (como o tempo passa rápido!) no mercado brasileiro de mangás e para comemorar deverá trazer grandes novidades.

Nenhum comentário: